sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Já tenho borboletinhas....

Vou contar uma história...
Num jantar com A Grande, andava eu interessada num rapaz e ela perguntou-me se eu sentia borboletinhas... ao que na minha ignorância lhe respondi : - mas o que são borboletinhas?!?!?
Ora pois que fiquei a saber o que são borboletinhas e que não as sentia..
Borboletinhas é uma sensação no estômago que dá quando se tem aquele click por outra pessoa...
Ficamos a saber que eu não sentia o tal click pelo rapaz do bar...
Posto isto e porque tenho que voltar atrás para perceberem tudo, vou comentar os últimos acontecimentos da minha vida.
Depois de atropelada, fiz nova queixa na policia, adicionei testemunhas e o caso desenvolve-se.
O perseguidor, continua atrás de mim, já me ameaçou novamente e até já foi perseguido pela policia ao nível do CSI...
Entretanto, porque a mãe foi de férias, fiquei a fazer o trabalho dela e nas horas de pausa a falar na internet.
Há coisa de 2 meses atrás, encontrei no facebook, um antigo amigo.
Um amigo que não via há imenso tempo, um amigo dos tempos da faculdade que era da turma da amiga da balança.
Conversa puxa conversa, a empatia foi crescendo, empatia essa que nunca tinha acontecido.
Fomos falando, rindo, relembrando cenas passadas e... porque não um jantar??
Essa jantar aconteceu ontem...
Fui a casa dele, um jantar à luz de velas, muito saboroso, um bom vinho que começou numa garrafa e acabou em duas... gostos comuns, uma conversa saborosa boa música e quando sai de lá e entrei no carro... estupidamente dei comigo a rir sozinha, aquele sorriso parvo que não se consegue controlar e não se sabe bem porquê está a surgir...
Em viagem para casa, recebi um sms dele e senti no estômago as borboletinhas a voar...
Será que o amor acontece assim? Quando e onde menos se espera?
Será que nasce assim ao acaso sem se dar por isso??
Será que vou ter a oportunidade de ser feliz?
Mal dormi toda a noite... as borboletinhas voam a cada sms... e o que faço agora???
Como dizem os brasileiros, vou aproveitar o momento e deixar rolar... pode ser que seja a minha oportunidade de ser feliz...
Vou dando noticias.
Babe Grande, um big big kiss e obrigado pelo ensinamento das borboletinhas...

quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Caros amigos que me vão lendo...
A única novidade que tenho justifica a minha ausência aqui.
Tenho sido perseguida, ameaçada o que para vocês não é novidade.
Ontem, ele atropelou-me.
De marcas físicas deixou hematomas, arranhões e muitas dores.
Marcas psíquicas, como devem calcular não consigo descrever o que sinto.
Amanhã serei ouvida pelo Ministério Publico, vamos ver como se comporta a justiça neste assunto.
Vou dando noticias...

quinta-feira, 30 de julho de 2009

Os Opostos atraem-se ????

Bem... Há imenso tempo que não dou notícias...
Pois é.. depois de te estado mais de uma semana super doente, graças a Deus não me receitaram o Tamiflu... renasci e a minha vida aos poucos está a compor-se..
Tinha imensos casos pendentes para resolver, e logo que me senti melhor, comecei a resolver aos poucos. Alguns resolvi, outros continuam iguais... A minha vida é como aquele anuncio do JB ( Há coisas que nunca mudam )...
A minha casa continua em obras, e o construtor com o dinheiro...
Continuo sem encontrar o tal O da minha vida...
E... o perseguidor continua imparável, nada o pára.
Vejo-o em todo o lado, persegue-me, assusta-me, e esta semana decidiu perseguir a minha mãe e agredir a minha mãe em plena rua... realmente deve-se ter arrependido logo de seguida, a minha mãe ferve em pouca agua e nada a assusta, ao seu agredida pelo badameco, virou-se a ele e deu-lhe um murro que ele ficou com a cara toda marcada, posto isto e ter levado na cara, o maldito fugiu, está claro. No entanto continua a dar o ar da sua graça e aparecer em todo o lado.
Não tenho fé nenhuma que um dia me livre dele.
Passei andar na rua a olhar para trás, tenho medo de ir a a locais públicos, não saiu sozinha nem para despejar o lixo. Este bandalho, já ofendeu todos os que me rodeiam, agrediu esta semana a minha mãe, será que alguma coisa o irá parar??? Duvido..
Entretanto, arranjei um emprego de verão. Um amigo da minha mãe tem um Bar de Praia, e como precisa de ajuda convidou-me para o ajudar durante a semana, paga-me bem e paga na hora ( ao contrário dos estarolas ).
Passo o dia a trabalhar como uma escrava, mas estou a gostar bastante, o ambiente é maravilhoso, pessoas muito humildes e boas, e sempre estou a ser útil para alguma coisa... ainda apanho sol, vejo as vistas e ganho um bom dinheiro..
E falando no titulo de hoje, a minha pergunta é, os opostos atraem-se???
Bom, vou começar do inicio.
Eu a Grande a Mai pikena e a ferrinhos, vamos sempre com a minha mãe a um restaurante aqui na zona.
Os empregados são todos jovens e mais ou menos giros.
Um deles está sempre a olhar para mim... Ora pois que eu derreto-me toda, nada na minha vida tem magia.. há imenso tempo que ninguém repara em mim, que ninguém olha para mim, há imenso tempo que não me sinto desejada...e está claro que adorei a ideia de alguém trocar olhares comigo.
Não demorou uma semana a ter o telefone dele e começar-mos a trocar mensagens.
Agora onde é que entram os opostos ???
O rapaz da brasa, para além de ter 27 aninhos, é um rapaz da terra, não conhece nada, nunca saiu da terrinha.
Por muito que lhe ache graça, como é que eu vou ter paciência para um miúdo de 27 anos??? Como é que eu vou passear na rua com uma criança ao lado ???
Acho que não me devo entusiasmar e travar tudo o quanto antes...
E continuar à procura do O.

sábado, 18 de julho de 2009

Que seca de dia ...

O vento parou um pouco... o sol está no seu melhor... um calor saboroso... e eu ?? eu ... de molho...
Não tenho mesmo sorte nenhuma...
Cada vez que me sinto melhor e com mais animo, lá vem algum azar que me deita a baixo...
Sábado de sol em casa é deprimente...
Depois não tenho nada que me alegre.
A ferrinhos, vinha passar uns dias comigo, mas tem um flirt pendente que o tem de resolver...
Claro que lhe dei a maior força, não há nada melhor do que um flirt... estou a torcer por ela...
É tão bom quando nos sentimos em alta, nos sentimos desejados, nos dizem coisas bonitas e lutam pela nossa atenção...
Eu já não sei o que é isso faz tempo... ninguém se interessa por mim, isto é que é um azar... foi praga que me rogaram de certeza...
O alentejanito e a sua bailarina, também estão no seu melhor... Li esta semana uma declaração de amor dela para ele, que me fez vir a lágrima ao olho... é tão bonito ver o pessoal apaixonado...
A Grande, lá anda de festival em festival a partir corações... aquela miúda fascina-me... tem um humor ao mais alto nível e a sua simpatia é contagiante, não é de admirar que atraía ....
A mai pikena, coitadinha é uma lutadora... depois de um mês exaustivo de exames, agora vai ter que compensar no trabalho, e lá está ela no meio da papelada a um sábado de sol.... para ti minha linda um grande beijinho e sempre que te sentires triste, lembra-te que és a minha heroína, admiro-te muito miúda !!!!
A amiga da balança, foi pedida esta semana em casamento... já vai no segundo casamento, mas este é o amor verdadeiro, são daqueles casais que vê-se que foram feitos um para o outro, adoro-os e desejo-lhes as maiores felicidades...
A maluca das obras, lá anda em acordo com o marido, ninguém percebe o porquê daquela relação, não se suportam, enganam.se mutuamente e continuam juntos... há coisas que nem vale a pena perceber... enfim...
Os estarolas estão de férias... e devem estar bem longe porque não se tem sabido nada deles... já nem sei se será um bom ou um mau sinal... a ver vamos...
E eu??? cá estou... sozinha... o verão ai a bombar... e tudo a passar-me ao lado...
Vamos ver se melhora...

quarta-feira, 15 de julho de 2009

Maldita alergia...

Hoje acordei super mal... dificuldades respiratórias, pingo no nariz... à tarde piorei e fiquei com dores de garganta... Lá fui eu ao hospital...
Mal cheguei avisei logo que estava com uma crise alérgica, conheço bem os sintomas...muitos anos...
Não me safei ao rastreio da Gripe A, está claro...
E chegaram à brilhante conclusão que estou com uma crise de alergia...
Agora estou de molho, em pleno verão... não há nada que não me aconteça... não tenho sorte nenhuma... cá estou deitadinha, só falta o saco de água quente e o termómetro ao canto da boca...
Também não é de admirar, com a ventania que anda aí em pleno Julho é natural que levante as poeiras todas e deixe os alérgicos em baixa...
Posto isto, devem calcular que não tenho novidades para contar...
Agora vou tomar o cházinho da mamã e ver se durmo melhor...
Sendo que me alegro, por não ter entrado para as estatísticas nacionais da Gripe A.

terça-feira, 14 de julho de 2009

Look de Verano ...

Da ultima vez que triquei, disse que tenho estado por casa...
No sábado fui um bocadinho à praia... mas no domingo é que foi um dia em grande, acordamos cedo, comecei a combinar com o pessoal e fui para a praia era meio dia... aos poucos foi chegando o pessoal... saímos da praia era 20h45...
Está claro que o meu look alterou-se.... agora tenho um look dourado de verão... uau... que saudades da pele dourada ...
Ontem depois de ter estado mais de 3 horas na segurança social, fui jantar a casa do Major, a mana dele foi pedida em casamento, e os mais intímos quiseram comemorar.. se bem que para ela não há novidade nenhuma, pois está noiva pela segunda vez e vai casar pela segunda vez... mas pronto, a malta fica contente e faz a festa pela segunda vez, pelo que o noivo não é o mesmo e também merece festarola...
Hoje fui ao office, vi lá a malta amiga e os soldadinhos aplicados, que maravilha dá gosto ver a aplicação daqueles rapazes..
Aproveito nesta trica, para fazer um agradecimento ao colega brasa das ondas...
Convivi menos de um mês com ele, mas ganhamos uma empatia engraçada, é um puto à maneira e agradeço andar a seguir o meu blog, tenho para mim, que irá comprar a 1ª edição do meu futuro livro....
Obrigado amigo, por teres vindo ao almocito, obrigado pela simpatia e 5ª feira vamos meter a trica em dia ...
De resto nada mais há a tricar... até porque a minha vida continua igual... sem namorado... sem O... e com o meu apêndice por aí a sondar ...
É verdade !!! Falta-me dar um recado... Amigo Alentejanito e Babe do ventre eu e a ferrinhos esperamos por vocês para a tal jantarada...



sábado, 11 de julho de 2009

Será que é só a mim ?!?!?!?

Será que o problema é só meu???
Aqui estou eu com 33 anos e sem namorado... é certo que já tive muitas relações, já me apaixonei muitas vezes, conservo um grande amor há 10 anos... a cigana disse que só seria feliz com a letra O... mas sinto-me insatisfeita...
Tenho as amigas todas casadas, algumas já vão casar pela segunda vez, e eu... continuo a ver navios...
Depois também me tenho deparado com um problema, que é o meu enigma de hoje;
- Será que é só a mim que acontece, interessar-me por alguém que já está ocupado ???
É uma sina que tenho, ou será que anda mesmo tudo ocupado????
Vou contar 3 episódios, para verem se não tenho mesmo azar...
1º - O rapaz de Carnide, fui ao seu restaurante com a minha mãe e assim que o vi, tive aquela sensação " isto é que era um rapaz para mim ", nada disso, logo a seguir a ser apresentada a ele, fui apresentada à mulher dele...
2º - O rapaz do Vasco da Gama, já tinha ouvido falar nele, mas não imaginava que era tão giro, fomos apresentados e desde logo senti a mesma coisa " isto é que era um rapaz para mim ", mais um tiro ao lado do porta aviões, estava noivo e neste momento é um homem casado.
Hoje... fui à praia, na palhota do lado estava um amigo de uns amigos, lá está que a mesma frase ocorreu-me, desta vez não fomos apresentados, trocamos uns olhares, até que chegou a namorada...
Será possível estar tudo ocupado.... eu não acho isto normal....
O meu amigo arquitecto, tem uma teoria que me entristece, mas que não deixa de ter a sua piada.
Existem hoje em dia, 3 tipos de homens:
1 - os da nossa idade, que namoraram e resolveram casar e acentar arraiais
2 - os que já se casaram, que se divorciaram, e que neste momento querem é farra e tão cedo não entram noutra...
3 - os eternos solteiros, já têm estabilidade profissional, já saíram de casa dos país, e não querem partilhar a vida com ninguém...
Pondo as coisas nestes termos, não tenho sorte nenhuma, e tão cedo não me safo.
Lá vou continuar à procura do Orlando dos Ezspecial....

sexta-feira, 10 de julho de 2009

A ultima semana...


Esta foi uma semana em que nada fiz... Pois é, por auto recriação meti férias. Férias cá dentro e férias forçadas...
Aquele meu " amigo " que não me deixa em paz, voltou atacar faz hoje 8 dias... mais uma noite na policia, queixa e mais queixa e resumido é vira o disco e toca o mesmo... Depois de fugir para a policia numa alta perseguição de carro, com a roupa toda rasgada, deixei o meu carro na policia e decidi vir fugida para a saia da mãe... até à data o individuo não sabe do meu paradeiro, o que não é solução,pois para além das paredes desta casa existe uma vida e eu tenho a minha para viver...
Das férias, pouco há para contar, até porque são férias forçadas como vos disse, esta semana foi marcada pelo jantar surpresa da maezinha... Veio o grupo de amigas, veio o pai e até o Eusébio veio directamente de Madrid... matei saudades duma amiga muito querida e espero-a cá o quanto antes ... Outro acontecimento da semana foi o nosso Cristiano Ronaldo, que se apresentou com a camisola 9... eu não sou fã do Ronaldo, não gosto de o ver jogar, não o acho giro e acho uma palhaçada tudo o que gira à sua volta...mas adiante...
A foto da trica de hoje é da grande Amália Rodrigues... isto porque, adquiri o cd da Amália Hoje.
Aconselho a todos a compra deste cd, a Sónia Tavares está no seu melhor, o cd ouve-se bem do principio ao fim, cheguei a ficar arrepiada com algumas musicas..
É sem duvida uma grande homenagem a essa grande mulher que foi Amália Rodrigues.
Esta semana fiz piscina, mas pouca, porque o sol brilha mas o vento sopra cada vez mais forte e estamos em Julho, realmente S. Pedro este ano não nos está ajudar em nada...
O amô da vida veio visitar-me, mas já se sabe, da mesma maneira que veio, se foi... é o costume..
A gripe A continua em grande atacar meio mundo...
O MJ foi enterrado sabe-se lá onde...
E... no Tribunal de Cascais deu-se um milagre... o pequeno Martim já não vai ser dado para adopção... eu ainda não estou em mim... nem acredito que tenha acontecido algo assim na justiça portuguesa...
Sem mais me despeço... Espero por ti ferrinhos...que saudades miúda..

quarta-feira, 1 de julho de 2009

Os soldadinhos de chumbo


Uau... tenho tricas bombásticas...
Uma vez que A Grande se foi, e a auto gestão reinou naquele escritório, eis que chegaram novos soldadinhos de chumbo.
Por agora são 2, mas consta que há um terceiro mas que ainda não deu à costa...
Apresentaram-se ao serviço muito bem ensinados, calados, sem se apresentarem, sem conversarem e muito fieis aos seus donos... uns tótós que até doí a presença deles.
Ok, eu sei que chegar de novo a uma empresa é difícil, sei que ainda é mais difícil quando se chega novo a uma empresa e já existe um grupo muito unido, mas nitidamente o problema deles é AVISO... é óbvio que foram avisados para não darem confiança.
Ainda sobre os soldadinhos, tenho outro ponto a partilhar...
Todos sabemos que o horário laboral daquela gente é das 9h00 às 18h00, quanto a isto não há duvida, e também não há duvida que levaram com o sermão da " máxima liberdade, máxima responsabilidade ".
Pois que ao bater as 18h00, os soldadinhos arrumaram e preparavam-se para sair quando um dos estarolas ligou... só ouvi a seguinte resposta da soldadinho " sim estou no escritório, mas já estava de saída " - claro que do outro lado aceitaram, mas... conhecendo-os eu tão bem, sei que para a semana já os soldadinhos estão a ter as maravilhosas reuniões nocturnas, o sair às 18h00 é agora que ainda estão acanhados e não querem assustar já as presas... Isto é lindo...
Depois conto-vos quanto tempo aguentam os novos soldadinhos...
Ainda sobre o mesmo assunto - estarolas, passei o dia todo a remoer e digerir o ultimo tiro deles.
A estarola, que quem a conhece sabe que não faz nada na vida, encosta-se e não trata de nada, deu continuação a um assunto que inicialmente estava nas minhas mãos... continuidade é como quem diz, a tipa não mexeu uma palha, e ontem era o limite da entrega.
Posto isto, e porque não há duvidas de que eles são os maiores, a incompetente fui eu...
E agora perguntam vocês, porquê?
Porque a estarola julgava que era eu que estava a tratar do assunto, quando ela disse a toda a gente que era ela que tratava...
Na verdade, havia mais gente que sabia disto e rapidamente me defenderam, mas isto a mim consome-me.
Envergonharam-me, difamaram-me e eu só não fiquei mal, porque haviam testemunhas...
Abriram fogo a serio, sou neste momento um alvo abater...
Mas... sou um alvo que aos olhos deles sou o elo mais fraco, mas enganam-se..
Eu ando cá a dormir, mas acordo de vez em quando, e para além de saber de muita coisa, sou algo muito precioso que eles vão perder, e acima de tudo, sou integra e justa, eles são apenas uma máscara, e vão revelar-se mais cedo ou mais tarde... nesse dia, eu estarei de camarote aplaudir a queda deles... quanto a mim, já caí e agora vou levantar-me aos poucos renascer mais forte e assistir ao cair do pano.
Cá estarei para vos contar.

domingo, 28 de junho de 2009

STOP


Tenho que parar... Fazer um STOP em tudo na minha vida. Preciso de fazer um RESET.
Preciso de parar e pensar.
Preciso de pensar detalhadamente na minha vida e mudar tudo mediante prioridades.
Tenho que parar de trabalhar sem receber ordenado. Parar de meter gasolina e indo trabalhar sem receber nada.
Preciso de sair de casa e divertir-me com os meus amigos, perder o medo e viver a minha vida livremente.
Preciso de esquecer o amô da vida, nunca vamos ter uma relação, nunca vou ter o que quero dele.
Não me posso deixar abater mais, não me posso refugiar em todos os problemas sem reagir.
Tenho que fazer um retiro espiritual e deixar renascer a pessoa divertida e alto astral que eu era.
Há dias em que acordo e vejo o que ando a fazer e a vida que ando a levar.
Se morresse hoje, não teria vivido nada.
Porque nunca sabemos quando chega a nossa hora, o melhor é desfrutar da vida o melhor que a vida nos dá... agradecer o facto de termos amigos, o facto de termos família.
Vou fazer um STOP, vou parar e pensar em tudo o que está errado e mudar.

quinta-feira, 25 de junho de 2009

Adeus black and white...

Lá se foi o rei da pop.
Ainda me lembro de ser pequena e ver esta figura de a dançar de calçinha curta e meia branca à mostra.
Hoje quando vi na TV a noticia da sua morte, dei-me com uma situação embaraçosa.
O meu filhote perguntou-me : porque é que este senhor era escuro em pequeno e agora é branco.
Ora aqui está uma boa pergunta, como é que se responde a isto? Fácil, a cirurgia plástica faz milagres... Penso que o meu filhote ainda vai pensar melhor neste assunto e voltar a perguntar-me...
Era excêntrico sim, tinha os seus defeitos e as suas loucuras, mas quem é que não vibrou ao som o Bad, e do Black and white??
Recordo-me do vídeo clip do triller, eu não devia ter mais do que uns 7 ou 8 anos, cada vez que o vídeo passava eu metia-me atrás do sofá com medo daquela gente a dançar...
Marcou sem duvida uma época musical e chocou-me ver a sua última entrevista em que as suas palavras foram - encontramos-nos em Julho...
Adeus MJ

O poder da letra O

Ora aqui estou de novo a escrever, e isto tem uma explicação.
Estava eu aqui em amena cavaqueira laboral com o Doutor mai pikeno, sobre um assunto do qual nunca vos falei.
O poder da letra O.
Assim à primeira vista, não tem nenhum, ou tem tanto como todas as letras do abecedário.
Mas... Para mim tem e muito.
Se há coisa que eu sou é supresticiosa, não há dia nenhum que eu não me levante da cama sem assentar em primeiro lugar o pé direito no chão, não passo por baixo de escadas e se algum gato preto me passa à frente o meu dia acabou ali...
Em bruxas, já não acredito.
No entanto, existem um ser ( que até me fascina pela sua cultura ), que pelo sim pelo não devemos levar em conta as suas palavras, os ciganos.
E é sobre eles a minha trica de hoje.
Aqui há uns bons 12 anos ( ou mais ), estava eu numa paragem de autocarro, quando fui abordada por uma senhora de etnia cigana, como vos disse simpatizo com eles, e fui bem educada dizendo boa tarde.
A cigana olhou para mim fixamente, e começou a falar.
Falou-me da minha vida futura, na altura confesso que me entrou a 100 e saiu a 200..
Mas o tempo foi provando que eu é que estava errada ao ignorar tais palavras.
Disse-me que eu iria ser mãe nova, seria mãe de um rapaz, fruto de uma relação conturbada e com uma morte no final ( típico de novela tvi ), tudo isto aconteceu e quem me conhece sabe que é verdade.
Depois ficaria agarrada a um amor do passado durante muitos anos - já lá vão 10 anos ( outras verdade )
Disse-me também que eu iria casar tarde ( já vou tarde a meu ver ), e lá acerta mais uma vez.
Agora, só existe uma parte que ainda não posso dizer se ela estava errada ou não.
Ela disse, que eu iria viver na sombra de um amor do passado, muitos anos, não me iria casar cedo e ficaria sozinha até encontrar o homem da minha vida.
E aqui entra o poder do O... esse homem tem um nome começado pela letra O ( confesso que durante muitos anos me lembrava sempre do nome Otário ).
Pois é, ainda não me casei, ainda continuo agarrada a um amor do passado e cadê do O???
Será que ela tinha razão? É que O é aquelas letras difíceis, existem muito poucos nomes próprios começados por O.
Enquanto não encontro o tal O, reparei no outro dia, no quão bem apresentado é o vocalista dos Ezspecial, e imaginem vocês que se chama Orlando...
Com isto, pergunto : Alguém conhece o vocalista deste grupo?

quarta-feira, 24 de junho de 2009

A tua falta ...


Se escrevesse à beira mar em letras grandes a saudade que tenho de ti, o areal da praia não iria chegar.
Sinto falta do teu cheiro, sinto falta da tua pele, sinto falta dos teus beijos e das tuas palavras, do teu carinho...
Como te posso amar assim, como posso viver a pensar em ti, como posso ter saudades tuas?
O meu amor por ti não tem validade, não tem fronteiras, não tem impedimentos.
Passo os meus dias à espera de um sinal teu, renasço a cada contacto teu, vou vivendo à espera de ti.
Foste o meu primeiro e único amor.
A cada dia dou-te provas do meu amor e da minha loucura por ti, porque é que não mereço uma hipótese? Porque é que não mereço uma oportunidade?
A saudade... como é que posso descrever uma palavra que só existe em português, como posso explicar a dor que sinto com a tua falta, amar-te e não te poder tocar, desejar-te e não te poder ter...
Choro à noite a tua falta, peço à noite um sinal de ti...
Vou amar-te toda a minha vida, vou esperar por dia todas as noites da minha vida....
É de ti que tenho saudades meu voo, é ti que amo, é por ti que espero...
Volta depressa por favor...

terça-feira, 23 de junho de 2009

Duques e cenas tristes


Pois é... só me saem é duques e cenas tristes...
Começando pelos duques... como sabem os duques são as cartas do baralho que nada valem, pois é... eu não jogo, mas esse tipo de cartas saem-me sempre a mim...
Ora, eu que até me acho uma miúda engraçada ( modéstia à parte ), não tenho sorte nenhuma, não sei o que é feito dos rapazes deste mundo que nenhum me cai aos pés... mas é um facto, que tudo o que é duque me sai.
Hoje o brasileiro que foi limpar os vidros do escritório, engraçou comigo, tanto olhou tanto olhou que nem os vidros limpou de jeito, mas é que o rapaz ficou mesmo maravilhado, coitado, não é por ser brasileiro nem por ser das limpezas, mas era um duque o que é que eu hei-de fazer...
Continuando para mais duques, como todos sabem tenho um problema na construção da casa, e recebi uma ajudinha extra de uma empresa de construção, isto é um novo orçamento, o dono dessa empresa tem sido muito prestável, e agora pergunto eu, porquê tanta prestação e ajuda?
Claro está, é mais um duque....
Passou a tarde toda a ligar-me porque tinha uma solução para o meu caso, quando por fim lhe disse que passava no escritório, decidiu convidar-me para jantar... óbvio que rejeitei o convite, mas não me escapei a um convite para tratar assuntos importantes...
De importante o assunto não tinha nada, queria conversa... não me resolveu, nem me vai resolver nada.. e charme para cima de mim não pega...
Não gosto de pessoas que não olham a meios para atingir os fins, e por isso, não faço o que não gosto que se faça.
Passando ao segundo ponto deste titulo...
As cenas tristes...
Os estarolas continuam no seu melhor, desde vasculhar a vida de toda a gente, deste minar tudo com intrigas e não pagando as dívidas que têm, lá continuam eles a desiludir-me.
Como é que alguém pode usar os serviços de uma pessoa e chegando ao fim do mês, não pagar o salário e fugir?
É assim e é com pessoas assim que o nosso pais conta.
Eles não fizeram isto uma vez, eles fazem isto por sistema e a várias pessoas. É grave demais!!!
E depois tomam atitudes tristes como se fossem reis e senhores da razão.
A mim estes 3 devem-me muito, devem-me em bens e em hombridade que é coisa que infelizmente eles não têm.
No entanto agem comigo, como se eu é que tivesse mal.
Hoje um dos estarolas chegou ao escritório acompanhado de 2 futuros colegas.
Vocês acreditam que aquela alma não foi capaz que apresentar as pessoas.
É assim, há educações e educações, há fundos e fundos.. e quem não tem bons fundos nunca poderá ser bem educado, poderá fingir, poderá camuflar, mas nunca conseguirá ter boa educação.
A educação é uma conduta que se aprende e se cria. Quem é podre por dentro nunca conseguirá ser bem educado.
Ainda me lembro da minha mãe dizer - quando chegares ao pé de alguém, cumprimentas as pessoas e se tiveres acompanhada, apresentas...
A minha mãe devia estar errada, ou não!
Vocês podem pensar que eu estou a exagerar, mas raciocinem comigo: 2 colegas novos entram num escritório e não são apresentados à pessoa que vai estar a dividir o mesmo espaço...
Estarei a exagerar??? Isto não é má educação e má conduta?
Corrijam-me se estiver errada..
A estas 3 personagens tristes, faço um apelo, metam a mão na consciência e tenham vergonha do que andam a fazer, andam a estragar vidas, andam a cortar com algo muito sério, andam a cortar com o ganha pão de cada um...
Não se brinca com isto....
Feito o rescaldo deste titulo, mais vale duques que cenas tristes... é que cenas destas mais do que tristes, são de lamentar e de envergonhar...

sexta-feira, 19 de junho de 2009

Agradecimento muito importante...

Este agradecimento que vou fazer é muito importante para mim fazê-lo..
Eu adoro o calor, a praia, o verão,, as noites quentes passadas ao luar... Mas se há coisa que me tira do sério é a bicharada pequenina voadora... Melgas é para mim a pior coisa do mundo.
Como é que sendo este ser tão pequenino e frágil, é capaz de arrasar um humano como eu por exemplo...
Ao longo do verão eu colecciono milhares de picadas, coço-me e coço-me e coço-me, gasto fortunas em bisnagas de fenistil, compro repelentes de várias marcas, mas elas insistem e são mais fortes que tudo.
Mas... eis que os " xenêz" até solução para a melga vende.
È para esse povo comerciante o meu grande obrigado de hoje..
Vou contar-vos que nas lojas chinesas se vendem umas raquetes a pilhas que têm um efeito milagroso... Á primeira vista, é o objecto mais piroso que alguma vez se viu, mas na prática aquilo é uma maravilha.
A raquete a pilhas, é igual a uma raquete de ténis, com a particularidade da rede ser electrocutada... sabem aquelas luzes azuis dos restaurantes, que dá aquele maravilhoso som enquanto estamos a saborear o menu ? Pois é esse é o som da raquete quando apanha um voador.
Esta raqueta tornou o gesto de matar melgas moscas e mosquitos numa rapidez nunca vista.
Antes para matar algo, desesperávamos com um pano ou um chinelo e nunca acertávamos nelas, ou então enchíamos a casa com aquele cheiro de insecticida que nos intoxica a nós humanos, mas que elas até já estão meio habituadas.
Com a raquete tudo muda... basta avistar o insecto e jogar ténis, acertamos sempre e ouvimos sempre o som do restaurante....
Obrigado Sr. Xenêz, por criares abençoado produto.

Que calor....

Meu Deus... O que é que é isto??? Que bafo é este meu Deus!?!?
Ainda há dias, estava eu aqui a lamentar-me de que não havia verão e blá blá blá... parece que Sº Pedro acordou e disse - vamos lá dar calor ao portuguesito..

Bom confesso que durante a semana, este calor até chateia... ao fim de semana a malta agradece é claro...
Hoje foi demais, sofri mesmo muito... às 2 da tarde o termómetro do meu carro informava que estavam 38 graus em Lisboa, um bafo que nem o ar condicionado parecia ajudar... chatice da chatice hoje não fui ao escritório... e digo chatice, porque também não fui para a praia nem fiquei a descansar...
Hoje foi o final do ano lectivo dos mais pequeninos, e eu, como mãe que sou, lá fui à festinha de final de ano do meu caganitas...
15h00 - um calor infernal, e lá fui eu para o pavilhão desportivo, com ar de pré fabricado gigante assistir à festa. Lá dentro estavam mais de 1500 pessoas, e mais de 500 crianças... tudo fechado, parecia uma estufa, dá para imaginar???
Pois que apesar de tudo, tive sorte da turma do meu pequeno ser a primeira a actuar, o que me fez fugir mal acabou a sua prestação.
Claro que mesmo sendo a sua actuação a primeira, aquilo ocupou-me a tarde toda, e na pior hora do calor.
De seguida peguei nele e segui rumo ao sul, amanhã vou trabalhar de manhã, mas espero conseguir ir meter o pé na areia o resto do fim de semana.
Bem sei que o calor assim é demais, mas é o verão e não há nada mais a dizer, apenas aproveitar a boa disposição de Sº Pedro.
Outra trica que gostava de partilhar convosco, foi o maravilhoso déjavu que tive hoje.
Ora pois que a caminho do sul, parei na estação de serviço para abastecer o carro e comprar tabaco. Quando estou na fila para pagar a olhar para os infinitos produtos que estas lojas vendem, dou por mim com uma coisa maravilhosa...
Vocês lembram-se das Peta Zetas????
Pois é, esse monstro renasceu... e está à venda...
Claro que tive que comprar... cheguei ao carro e partilhei a coisa com o meu filhote...
Ele adorou, achou um piadão...
Eu fechei os olhos e senti-me o Ego no filme do Ratattui... tenho a certeza que por momentos viajei cronologicamente... voltei a ter a idade do meu filho...
Rapidamente acordei e a realidade era uma risota diabólica dentro do carro à pála das peta zetas...
Aconselho-vos a comprar, vão ter a mesma sensação que eu... viajar ao passado, ao nosso passado...
E pronto, preparo-em agora para dormir, amanhã trabalho e vou escrevendo à medida que vou tendo tempo e novidades...
E comprem as peta zetas...e a todos votos de bons mergulhos...

segunda-feira, 15 de junho de 2009

Esqueci um agradecimento...


Nunca sabemos quando nasce uma amizade...
Mas eu por natureza, faço facilmente amizades...
E por isso, tenho que fazer mais um agradecimento.
Este vais para o Doutor mai pikenos... Que durante esta noite, teve a fazer-me uma lavagem cerebral...
É bom receber concelhos e criticas dos nossos amigos, é bom saber que se preocupam connosco...
Só não aceita criticas quem não tem vontade de melhorar.
Doutor, obrigado pela força, adorei as tuas palavras, não prometo seguir à regra as tuas dicas, mas vou tentar seguir algumas..
Com tudo isto, quero dizer-te que te conheço muito pouco... mas gosto de ti... vais ser um amigo para ficar....
E por falar em ficar... tenho-te visto menos vezes pelo escritório....
Obrigado pela força... obrigado mesmo....

O que ando aqui a fazer??

Há dias assim... há dias em que nos sentimos bem dispostos e super animados.. há outros que nem por isso, sentimos-nos tristes e em baixo.
Hoje sinto-me super em baixo.
Sinto-me um desenho animado com uma nuvem negra em cima..
Também não é difícil... A segunda feira já é um dia para esquecer, a juntar a umas mini férias ainda pior...
Depois foi o primeiro dia no escritório sem A Grande... nem o almoço soube bem... senti falta daquela gargalhada a meio do dia, das trocas de olhares e dos risinhos em surdina... até senti a falta do bafo do veneno de chocolate... não foi fácil... e não vai ser fácil...
Foi um dia de trabalho chato, com o emplastro a marcar presença e a fazer dores de cabeça com tanta negatividade.
Tirando isso tive os problemas normais da casa, as chatices da vida e tudo e tudo e tudo..
entristece-me ver tanta injustiça à minha volta... os estarolas continuam a fazer as deles, não se importam com nada, hoje falaram-me como se fossem donos do mundo, quando me devem muitos favores e deviam era baixar bem a cabeça.
Sinto-me sem rumo, sinto que a minha vida não faz sentido, sinto-me triste.
ando a trabalhar sem receber, vejo as pessoas que gosto a serem igualmente injustiçadas, vejo a minha família a desgastar-se com problemas que eu criei, vejo o meu filho a crescer na sombra dos meus problemas.
Acordo sem saber o que realmente ando cá a fazer, apetece-me dar um murro na mesa, gritar e dizer tudo o que me vai na alma, mas a falta de coragem cala-me, silencia-me e olho para trás e vejo que não construi nada, apenas deixei-me destruir.
Já fiz loucuras que me arrependo, e que a cada dia que passa pago por elas.
Valerá a pena ser honesta? valerá a pena viver emocionada com os problemas dos outros? Valerá a pena sofrer pelas injustiças dos que me rodeiam?
Não sei as respostas para estes pontos de interrogação que me preenchem a cabeça.
A esta hora, enquanto eu que tento ser honesta estou aqui numa tristeza profunda a lamentar-me, ao passo que o construtor que me roubou o meu dinheiro todo está no conforto da sua casa e os estarolas estão cada um com a sua família a tratar do futuro e da estabilidades dos seus filhos.
E eu???
Eu estou sem casa, o meu filho está sem casa, estou a pagar para ir trabalhar, vejo os que mais gosto a sofrer pelas minhas más escolhas, e vejo os meus amigos a sofrerem as mesmas injustiças que eu tenho vindo a sofrer.
Fiz tudo de errado na minha vida... e não vejo como poderei recuperar..
Agradeço a todos os que trago no coração a amizade, o carinho e a coragem que me têm dado.
Ás babes das contas deixo um grande beijinho cheio de saudades.
Aos meus país, peço desculpa por não me ter tornado no que eles ambicionavam.
Ao meu filho, prometo lutar... prometo nunca baixar os braços e estar sempre á altura do que ele precisa....
( Quase que só falta receber o óscar )
Há dias assim...

sexta-feira, 12 de junho de 2009

Um dia em cheio...


Bem, que dia que tive hoje..
Ontem fui à praia, não me aguentei lá mais do que 2 horas. Estava calor, mas um vento insuportável.
Hoje acordei era meio dia com um calor infernal, abri a janela e senti mesmo um bafo quente e sem vento.
Lá arrumei a trouxa, calcei a havaiana e lá fui eu meter o pezito na areia... e que pezito, posso dizer que cheguei à praia por volta das 14 horas e só sai de lá às 20h00, que maravilha de dia..
Nada de vento, aluguei uma palhota, e foi um dia maravilhoso, e... tomei o meu primeiro banho do ano...
Bebi uma margarita de morango, é certo que não me bronzeei muito, não apanhei aquele escaldão, mas intensifiquei o meu dourado e até comi caracol ao fim da tarde, vi o sol se esconder e voltei para casa com a sensação de que o dia valeu mesmo a pena.
Lamentava-me eu no ultimo comment que não tínhamos verão, parece que hoje sim senhor foi um dia em pleno...
Confesso que ando meio perdida no tempo, desde 3ª feira que estou em casa e não estou de férias e, isto apesar de ser bom é estranho. Não sei mesmo a quantas ando, 2 feriados a meio da semana, uma ponte à 6ª feira e agora o fim de semana.. para mim hoje é uma espécie de domingo e afinal feitas as contas é 6ª feira à noite e vou entrar de fim de semana. Coisa marada!!!
Hoje é também noite de marchas, de sardinha assada e muito bailarico, eu optei por ficar por casa, tive um dia intenso de praia e sinto aquela moleza da praia... Deste Santo António, fico-me pelo manjerico oferecido pelo meu amigo do costume... nada de sardinha nem de bailarico, prefiro descansar a minha beleza, para amanhã aproveitar o sábado de praia que segunda feira começa a labuta e pior... segundo os especialistas da meteorologia geofisica ( adoro este nome ), Terça feira a temperatura desce e até podem surgir de novo aguaceiros... há que aproveitar é o que é..
A todos desejo um óptimo Santo António, e um apelo para aproveitarem o máximo desta temperatura....

terça-feira, 9 de junho de 2009

Uma semana de borlas ...

Uma semana em cheio. Pois é, hoje é terça feira, amanhã temos um feriado e na quinta feira temos outro.
Como se já não fosse suficientemente bom, 2 borlas a meio da semana, para muitos como é o meu caso, na sexta feira há ponte.
Assim sendo, esta semana teve 2 dias úteis... só faltava o tempo ajudar.
Isto realmente...estamos quase a meio do mês de Junho, e o tempo não levanta, tão depressa temos dias de 30 graus, como a seguir baixa a pique a temperatura e até chega a chover... Há pois é, esta semana foi iniciada com um temporal. Na segunda feira apanhei imensa chuva, o dia amanheceu cinzento, nada lhe faltava para um dia de inverno profundo, o engraçado ( que não tem graça nenhuma ), é que estamos no mês de Junho.
O ano passado por esta altura, já eu estava super bronzeada e cheia de praia, este ano o meu registo vai apenas num diazinho de praia... e olhem que não é por falta de tempo, é mesmo pelo mau tempo.
A registar neste maravilhoso mês de Junho, é que criançada vai entrar de férias... ai que saudades das férias grandes... lembram-se?!?
Antecipar as férias, estava a viagem de final de ano, um passeio ao campo, ou a algum monumento conhecido, havia o piquenique e a despedida dos amigos, já cheirava a verão.
Depois eram tantos os dias de folia que tínhamos pela frente que nem queríamos acreditar que 15 dias seriam para passear com os país e claro está que também tínhamos que ir para os avós.
Tempos que nunca mais voltam, o andar de bicicleta de manhã ao pôr do sol, as corridas e as escondidas com os amigos, os namoricos de verão, e aquelas festas nas aldeias dos avós... todos tivemos uma festa de verão na aldeia....
Saudosos tempos que não voltam mais... agora resta-nos os 25 dias para alguns e as borlas dos feriados e das pontes.
Outro facto a registar neste maravilhoso mês de Junho, são os santos populares.
Aí o que eu gosto dos santos populares, o Santo António fascina-me e tenho para mim que um dia hei de comprar o tal pãozinho e ter sorte ao amor.. O manjerico é a minha perdição, eu sou fã do manjerico, adoro mesmo.
O meu amigo major, todos os anos me oferece um manjerico, e é sempre a mesma alegria recebê-lo...
Da infância guardo a maravilhosa tradição de saltar à fogueira, penso que se perdeu esse hábito, o que é uma pena.
Mas confesso que a geração playstation, não saberia apreciar a maravilhosa sensação do saltar a fogueira... Não conseguiriam perceber que só tinham aquele nível... A minha geração "rasca" é que soube viver a vida...
A todos desejo uma óptima semana de descanso, apelo a Sº Pedro que nos dê um solzinho gostoso para meter o pé na areia e vamos lá todos ver as marchas populares, comer uma sardinha e gozar o Santo António...

segunda-feira, 8 de junho de 2009

Até já, Amiga


Olá Olá... Ando sem tempo para nada... e tenho falhado aqui ao jornal da minha vida.
Ainda estou em horário laboral, mas como sei que vou chegar a casa tarde e não terei oportunidade de o fazer mais tarde, aproveito agora para deixar aqui uma dedicatória muito especial.
Até já, Amiga...
Amanhã 9 de Junho de 2009, vamos ficar sem A Grande...
Por vários motivos, decidiu abandonar o barco, e amanhã será o ultimo dia dela aqui no escritório.
A ti minha amiga agradeço todos os momentos que me deste. Agradeço as tuas gargalhadas, as tuas histórias do 2º trabalho, agradeço a força que em deste cada vez que o chão me fugiu.
Agradeço o apoio, a confiança, a alegria que nos deste.
Para sempre vou recordar as conversas no MSN, os almoços, aquela mudança.
Partilhamos tristezas, rimos com muita palhaçada.
O melhor que o mundo tem são os amigos.
Obrigado linda por teres entrado na minha vida e me teres deixado fazer parte da tua.
E porque a tua partida não é um adeus, digo-te até já, porque sei que a nossa amizade é recente, mas ficará a enraizar-se ao longo dos tempos.
Obrigado por todos os momentos, tenho a certeza que muitos mais virão.
Continua assim... Tu és GRANDE.
Até já minha amiga.

terça-feira, 26 de maio de 2009

Os advogados....


Desde que me conheço por gente, ou seja, desde que me lembro de pensar e agir, que sempre quis ter um advogado.
Na minha estúpida cabeçinha infantil, eu pensava que só as pessoas importantes tinham um advogado.
Não havia brincadeira nenhuma em que a minha personagem não tivesse um advogado.
Pois que, ao longo da minha vida, fui aprendendo que não era bem assim, pois só tem advogado quem ou fez alguma maldade... ou está metido em apuros...
Ora, hoje assinei a minha primeira Procuração forense, calma... não fiz nenhuma maldade, e infelizmente não me tornei vedeta ou personagem importante...
A verdadeira causa é estar metida em apuros...
Pois é, segundo o meu advogado, a minha situação é para Processo Crime.. fui burlada...
Como a minha vida já é a maravilha que se vê, não me faltava mais nada do que ser burlada..
Ora que há um ano atrás, comprei uma casa e decidi fazer obras, entre o orçamento duma construtora correcta e o de um empreiteiro vigarista... Aqui a menina esperta optou pelo empreiteiro vigarista.
No dia 12 de Junho, começaram as obras na minha casa, hoje quase 1 ano depois, tenho a casa apenas com fachada e pilares e dei ao tal empreiteiro 53.000 € ( ok tenho um O na testa )
eu costumo dizer, que são os erros que nos ensinam, mas possa eu erro demais.
Acreditei nas conversas do empreiteiro e fui-lhe dando o meu dinheiro para as mãos, resultado o meu dinheiro foi para outra obra que não a minha, e há 1 ano que a minha obra parou.
Muitos perguntam, " como é k eu caí nisto ", pois é... nem eu sei, fui acreditando na palavra dele, fui dando dinheiro para materiais, para mão de obra.. e o que eu estava a fazer era a patrocinar a casa de outra pessoa.
Como a minha licença de construção acaba já no dia 6 de Junho, resolvi não esperar mais e consultar um advogado.
Sei bem como é a nossa justiça, sei bem que vou ser velhinha quando o sr. empreiteiro for obrigado a pagar o que me deve... mas como não tenho mais o que fazer, só me restou esta via.
Realmente um dos meus sonhos de criança, é realizado pela pior maneira... burlada...
E acabando esta minha trica de hoje, peço a todos uma salva de palmas, para o Juiz que decidiu a sentença de entregar a Alexandra à sua mão biológica.. realmente.. palavras para quê... é a nossa justiça...
É realmente muito triste, pessoas com este poder de decisão, agirem e decidirem tão mal..
A pequena Alexandra, viveu 6 anos com amor, com carinho e com dignidade, até que um juiz decidiu entregá-la à mãe biológica, uma mãe que nunca lhe ligou absolutamente nenhuma, que a agride quando está com ela, e que nunca quis saber dela...
A este Juiz, só tenho uma frase a citar - Mãe é quem cria e quem dá amor...

sábado, 23 de maio de 2009

Agradecimento

Upsss!!!! Afinal ainda tenho mais uma coisa para escrever.
Está é um agradecimento....
Agradeço à namorada do Alentejanito, ter dispensado um pouco do seu tempo para ler as minhas tricas..
Não a conheço, mas ao que consta faz o meu amigo feliz.
Alentejanito: estamos longe, mais afastados, cada um na sua luta pela vida, mas sabes que te trago no meu coração, adoro-te e foi para mim um privilégio conhecer-te e ser tua amiga...
Muitos almoços, muitas conversas no MSN, muita trica daquela empresa maravilha....
Sabes que gosto muito de ti, afastados... mas sempre cá.
Beijos grandes a ti e à tua Babe ( quero conhecer a Babe ), desejo-vos muitas felicidades.... muitas noites de romantismo... se possível ao som de Tony ( lembras-te do menino da aldeia ?!?!?)
Saudades tuas, meu amigo...

Amor Perfeito

O Amor Perfeito... mais do que uma flor... é o amor da minha vida...
Bom, vou começar por explicar a minha ausência aqui na escrita... pois é... muito trabalho, muito cansaço, e muitos problemas e, muitas noites bem passadas sem dormir.
Como vos tinha dito, assumi novas funções, essas funções têm uma responsabilidade maior, ocupam-me muito mais tempo, e já nem consigo chegar aqui e desabafar.
Muita coisa se passou durante esta semana, os 3 estarolas andam insuportáveis, só fazem porcaria atrás de porcaria, dispensaram a mai pikena, fazem a vida negra à Grande, e comigo é o mesmo cinismo de sempre, muito amigos pela frente, e por trás é o que é...
A mai pikena, abandonou tudo para se agarrar a um projecto que os estarolas lhe propuseram, aceitou o desafio e agarrou-o como se o negócio fosse dela, trabalhou noites, trabalhou fins de semana, e... mesmo assim foi banida, digamos que por palavras de cínicos o termo correcto foi - dispensada temporariamente. Bonito !!!!
A Grande, farta-se de trabalhar, tem em mãos grandes responsabilidades que as resolve na maior das eficácias, não tem apoio de lado nenhum e lá vai sozinha remando e levando o barco para a frente, mas... é uma incompetente...
Isto é muito difícil escrever, sem conseguir mostrar o tamanho das injustiças que escrevo...
A realidade é que estes 3 usam e abusam das pessoas, e cada vez é pior, o ambiente é cada vez mais pesado, e o saquinho vai enchendo... enchendo... até ao dia.
Babe Grande, peço-te calma e reflexão, todos gostamos muito de ti e estamos cá por ti.
Tirando estas preocupações, porque eu sofro quando vejo um amigo a ser mal tratado, também tenho os meus próprios problemas, que já enumerei aqui, por agora o perseguidor afastou-se, mas continuo a olhar para trás, continuo com o medo, melhorei e tenho para mim que vou vencer, mas por agora aos poucos e ainda com muitos receios.
No meio disto tudo, tenho estado com o amor perfeito... e como devem calcular estou muito feliz.
Embora saiba, que a nossa relação nunca passará destes encontros, sinto-me feliz, e tudo o que quero é aproveitar os momentos que passo ao lado dele.
Mais do que o amô da vida, ele é o amor perfeito, é um amigo que sabe que me pode confiar tudo e falar sem tabus de todos os assuntos.
Infelizmente, ele não acredita no amor, e não acredita que o amo mais do que tudo na vida, todos os minutos da minha vida penso nele, ao longo destes 10 anos, nunca o esqueci foi é e será o amor da minha vida.
A cada pessoa que conheço e que me poderia interessar eu procuro é os traços dele e quando não os encontro, desisto.
Decidi, que seja qual for o tipo de relação que nos une, é com ele que quero estar, é a ele que me quero entregar, é por ele que quero esperar.
Dificilmente teremos uma relação séria, mas de que vale ter uma relação séria, quando não há amizade e quando se esgota o amor para dar lugar à comodidade ???
Eu amo-o e vou amá-lo o resto da minha vida, e quero conservar isto e dar-lhe o melhor que tenho para dar, recebendo sempre a 100% os momentos que ele me proporciona.
Sei que tenho um lugar muito especial na vida dele, sei que temos uma ligação muito forte que nos une à 10 anos, quero viver para este amor.
Quem sabe daqui a 10 anos eu venha a ser a namorada dele, quem sabe ?!?
Até lá viverei assim, aproveitando cada beijo, cada carinho, cada desabafo, cada gargalhada...
Porque mais importante que uma relação, é o amor, o respeito, a amizade, e isso nós temos tudo...
Para mim isto é um amor perfeito...

quarta-feira, 13 de maio de 2009

A Crise...

A crise é uma coisa engraçada... é tipo a pandemia da Gripe A, fala-se muito nos primeiros momentos, instala-se o horror nas pessoas... e depois só se vai falando de vez em quando. A pandemia afinal já não era assim tão pandemia, e a crise é só para alguns... para os mesmos de sempre.
Á minha volta toda a gente se queixa, incluindo eu, mas a verdade é que os restaurantes continuam cheios, e os que mais enchem são os caros.
No passado sábado, como tinha contado, fui ao jantar de aniversário da minha amiga da balança, fomos ao BBC, 50,00€ por cabeça, e claro que estava cheio. Uma das conversas foi a crise... mas todos pagamos um balurdio pela refeição e ainda fomos estoirar mais nos copos... Tudo viaja e tudo tem ferias já planeadas, continuo a ver os shoppings cheios, as lojas a facturar... realmente não vejo a crise.
Mas sei que ela existe, aqueles meus amigos " os 3 estarolas ", acham que o mercado de trabalho está ao rubro, acham que a mão de obra está cada vez mais barata, e dizem que por 600,00 € há muito escravo a querer trabalhar...
A culpa não é do Sócrates, a culpa é da mentalidade desta gentinha... enquanto houverem patrões abusar das pessoas, isto não anda para a frente, e não é o Sócrates nem outro qualquer que vai fazer uma lavagem cerebral a este tipo de patronato.
Neste momento, conheço imensas pessoas que estão a trabalhar sem receber... e não estrabuxam... claro que não... a mão de obra está cada vez mais barata na mentalidade desta gente.
O problema não é da crise, o problema é que estamos a voltar à escravatura.. Perdão, não é escravatura... é espírito de sacrifício...
Com esta me fico...

terça-feira, 12 de maio de 2009

A noite das Velas...


Hoje é a noite das velas... Amanhã será dia de Nossa Senhora de Fátima...
E em época de festejos milagreiros,lá volta à baila a pobre Maddie... Não sei como é possível continuarmos a viver esta história.
Eu sou muito pragmática, e no dia em que se ouviu a notícia da Maddie pela primeira vez, eu nunca acreditei que poderia ser um rapto, os meus amigos chamaram-me insensível, a verdade é que os desenvolvimentos deste caso falaram por mim.. Recuso-me acreditar naqueles pais.. eu sou mãe, e enlouqueceria se passa-se por uma coisa deste tipo, acho que era capaz de me matar, nunca levaria isto tão pacificamente como estes pais ( acho que todos os pais sentem o que digo ).
E mais incrível ainda é toda a mediática historia que se vive à volta deste casal.. esta história agonia-me, não só pelo aspecto sentimental, como pelo aspecto da justiça e pior é o contribuinte que anda a pagar esta brincadeira toda...
Agora que o Gonçalo Amaral voltou em força, espero muito sinceramente que se faça justiça, que seja desvendado tudo o que ficou por desvendar, e que se acabe de uma vez por todas com a história..
Eu fico fora de mim com injustiças... hoje soube de mais uma injustiça... é impressionante como se usam as pessoas.. lamento quem usa as pessoas, quem as enche de sonhos, de ilusões, quem usa a seu próprio proveito e que depois deita fora com a maior cara de pau.. A má fé das pessoas é realmente a podridão da humanidade.
Eu falhei hoje a um convite para assistir à procissão das velas, o cansaço do trabalho falou mais alto e não me deu coragem para ir, no entanto vou acender uma vela esta noite, vou pedir que pelo menos os que me rodeiam tenham um pouco mais de bom senso...
Esta vela será acesa também para iluminar o caminho de todos os que amo.
Não posso mudar nem o mundo nem as mentalidades... mas se a velinha iluminar nem que seja uma mente estúpida já me dou por vencedora..
E ao Gonçalo Amaral, os meus sinceros parabéns..

sexta-feira, 8 de maio de 2009

Fim de semana....Xêganduuuu

Há pois é... o fim de semana está aí...
Tenho para mim, que a sexta feira é o dia mais alegre da semana... Ok! Muitos podem pensar que é o Sábado, dia de descanso e paródia nocturna... mas a meu ver a Sexta torna-nos mais felizes... Eu por mim falo, até acordo mais satisfeita e com mais vontade de ir trabalhar...

Hoje acordei às 7 da manhã, coisa inédita na minha vida, é muito difícil acordar cedo para mim, a minha beleza precisa de descansar 10 horas por dia e se possível fazer umas sestas... recuso-me a entrar antes das 10h00, mas hoje lá teve que ser, uma reunião importante longe de Lisboa fez-me levantar de madrugada, mas dou por mim ainda a escrever a esta hora e cheia de genica... e notei que foi um dia em que me senti com muita energia ( talvez os problemas da vida estejam relacionados com o facto de dormir tantas horas )...
Bem, como já disse acordei cedo e eram umas 9h00, quando A Grande, me avisou duma coisa triste, a Mai Pikena, teve uma noite difícil, tentaram assaltar a sua casa... revoltei-me logo, eu não sou de descriminar as pessoas, respeito quem se drogue, quem tem qualquer cor que não a minha, quem partilhe o gosto pelo mesmo sexo... mas roubar não.
Sei que por vezes a vida não nos deixa muitas saídas, mas roubar, nunca.
Odeio ladroagem, e choca-me a ideia de saber que alguém foi assaltado.
Quando nos assaltam a mala é muito chato, quando nos assaltam o carro é terrível, quando nos assaltam a casa é um choque brutal, alguém entrou no nosso espaço, e roubou as nossas coisas, coisas que estimamos, coisas que têm valor ou material ou sentimental, e sabe Deus como nos custou a comprar certas coisas...
Acho que a policia, não pode estar em todo o lado... mas em vez de andarem a passar multas de estacionamento e afins, deviam dar mais segurança às nossas casas, andarem a pé ( lembram-se do Guarda Nocturno? Isso é que eram bons tempos ).
No meio de toda esta chatice, a minha amiga só teve de comprar uma fechadura nova, graças a Deus, não conseguiram entrar em casa. Minha querida para ti um grande beijinho.
Depois, por falar em policia, a caminho da reunião eu e o meu colega fomos interceptados por esses senhores e lá levamos uma multa por ter uma encomenda para o cliente sem guia de transporte.. Ora, eu sei que este tipo de multas, são importantes para que a anarquia não reine no nosso país, mas... o grupo de senhores que nos mandou parar, se tivessem a fazer rondas de segurança se calhar eram mais úteis... digo eu ...
Para terminar, não posso deixar de fazer referencia à Festa do Ano em Portugal, a Sensation White... vai ser uma noite do diabo, a festa mais IN e mais louca do ano.
Eu recebi um convite para a parte VIP, mas amanhã faz anos a minha melhor amiga e há a festa dela... como vestir-me de branco posso vestir-me todos os dias, e Dj's é coisa que na realidade oiço mas não me fascina, optei pela grande amizade que me une a esta rapariga, e lá vou eu amanhã sair pela 1ª vez desde que sou perseguida...
Ao meu grupo de amigos que vai ao Sensation, obrigo-os a curtirem por eles e por mim..
Á minha amiga da balança que faz anos, desejo mil felicidades e muitos anos de vida, e beijos, beijos e mais beijos que os vou dar pessoalmente amanhã...
Mesmo, mesmo a titulo de encerrar isto, uma trica, o voo da minha vida está em vias de ir amanhã à festa da minha amiga... irei a tempo de o conquistar...
( Se ele for... já está conquistado ) Desejem-me sorte

quinta-feira, 7 de maio de 2009

Há duvidas ?!?!?


Claro que não... são os 3 estarolas...
Pois é, hoje vou contar a história engraçada, destas personagens maravilhosas que são os 3 estarolas...
É certo que já muitos estarolas se cruzaram na minha vida... mas... estes vieram em trio... cada um de temperamento diferente, cada um insuportável à sua maneira.
O 1º tem um jeito de ser autoritário, mas veste a pele de cordeirinho e de porreiro, protege, cativa e à primeira falha cai em cima. Quer agarrar tudo e como não tem braços nem quer ter braços, atira sempre para cima dos outros as coisas. E, não há duvidas é fazer sem piar... Não se sabe a verdadeira personalidade dele, sempre com ar de amigo cozinha as vinganças pelas costas.
diria que é uma caixinha de surpresas..
O 2º, bem este tem um ar de despreocupado, nada é com ele, mas já mostrou bem as suas garras, gosta do ser misterioso, espera calmamente que todos se calem para atirar as suas pedras, altamente ambicioso e muito aproveitador, não há muito mais a dizer desta maravilha. Eu vejo-o como uma mente altamente potente, mas com prazo de validade..
O 3º, a este eu tiro o meu chapéu, este sim, sabe da coisa, é pão pão, queijo queijo.
Altamente arrogante, não cativa ninguém, e é sempre quem tem a razão, pensa-se a última coca cola do deserto e já passou por tudo o que há a passar, claro... saiu sempre por cima e a ganhar.
Sabe de tudo, tem sempre o seu comentário sarcástico sobre qualquer tema.
Agora que apresentei um a um, há uma característica que os torna iguais, todos usam e abusam das pessoas.
Eu, não vivi muito, e muito menos acho que tenho uma sabedoria tal, que possa me dar ao luxo de fazer juízos de valor das pessoas... mas sou uma tipo honesta e acima de tudo justa.
Estes 3 irritam-me nestes dois aspectos honestidade e justiça.
Irritam-me as pessoas que qualificam os outros num dia como bestiais e no outro dias como bestas... irrita-me a ingratidão... irrita-me a injustiça...
Com isto, quero dizer que as pessoas não têm um cifrão agarrado, as pessoas têm sentimentos, e nunca devemos escolher uma pessoa pensando no que poderemos ganhar com ela...
Há duvidas ?!?!?

quarta-feira, 6 de maio de 2009

O Sol está de volta ...

... e com ele parece que toda a gente anda mais alegre.. Eu comecei hoje uma nova fase da minha vida, no trabalho iniciei novas funções, funções essas que eu adoro e que me dão outro ânimo.
Realmente o sol dá um brilho diferente ao mundo e às pessoas... os dias cinzentos e a chuva só trás tristeza... ( confesso que gosto dum domingo sentadita no sofá a beber um bom chá e a ouvir a chuva cair... mas muito de vez em quando ).
Bom como já disse o meu dia começou bem, pois desempenho agora tarefas que me agradam muito... só isso já valeu a pena... depois recebi uns sms do amô da vida, o que fez o sol brilhar ainda mais, depois acabei com o meu telemóvel pessoal o que trás ausência de chatices do perseguidor...
A amiga das obras, enviou sms logo cedo, a avisar que o seu personal trainner é lindo de morrer e que sinceramente não sabe quanto mais tempo vai aguentar o pecado de afastar a tentação, claro que lhe respondi para ir em frente ( tenho por hábito encorajar os amigos para os prazeres da vida...).
Para a grande é que o dia não correu bem desde logo cedo... problemas no transito, gajos que não sabem conduzir, e pior que isso, a mãe adoeceu.
É muito triste quando temos alguém doente... ao que soube, a mãe grande já recuperou, o que nos deixa a todos muito mais descansados...
Com tudo isto, quero dizer que espero que a Primavera se instale de vez e nos traga dias solarengos, para animar o pessoal e fazer bater os corações mais apaixonados...
Babe Grande, deixo um beijinho muito grande e aquele xi coração do tamanho do mundo... foi só um susto, já passou... e sabes que estamos cá...

segunda-feira, 4 de maio de 2009

Maldita inovação ....

Meu Deus...
Não foi assim à tanto tempo... que me lembro de ausência deste maravilhoso objecto... o telemóvel...
Lembro-me bem, do telefone lá de casa... era preto e os números discavam-se circulando. muitos pais até usavam um pequeno cadeado, na altura em que a nossa adolescência se comunicava gastando rios de dinheiro em chamadas.
Lembro-me bem, que para falarmos com os nossos pais usávamos o telefone do trabalho deles, e cada vez que não estávamos em casa ninguém sabia onde estávamos. E melhor, este telefone tinha uma coisa maravilhosa e rara nos dias de hoje - era isento de chamadas não atendidas !!!!
As pessoas comunicavam sem duvida muito mais, a minha família por exemplo, apreciava o jantar duma maneira maravilhosa, cada um contava o seu dia a dia e havia diálogo ao jantar.
Hoje em dia, as pessoas falam-se por dia mais de 1000 vezes e há hora do jantar já se esgotou a conversa, já não há novidades para contar.
Lembro-me das tardes que passava a brincar na rua com os meus amigos, quando chegasse a casa tinha a sensação maravilhosa da ignorância se a minha mãe tinha ligado para saber se eu estava a estudar ou não... e havia sempre a maravilhosa desculpa do " não ouvi ".
Hoje em dia, isso é impossível, porque se não atendemos à primeira, há sempre várias tentativas, e pior ou temos o aviso da chamada não atendida ou melhor ainda a mensagem...
Hoje em dia, este aparelho chamado telemóvel segue-nos por todo o lado, vamos a um sitio que não há cobertura de rede e é logo o diabo.
Eu chego a ter 2 telemóveis, o do trabalho que pode tocar fora de horas e não há desculpa para não atender porque é a empresa que paga, para transformar o trabalhador num rato de laboratório controlado, e tenho o pessoal que ainda não percebi porque continuo a usar.
Eu já vi inúmeros casos de problemas com telemóveis...
Por exemplo esse monstro que criaram chamado SMS, este monstro já desgraçou a vida de imensa gente...
Os sms que as namoradas apanham para outras raparigas que não elas... os sms que os namorados não responderam e acabaram com a relação... as amigas que enviaram por engano uma fofoca que não podia ser descoberta... enfim...
Hoje em dia, as pessoas comunicam-se por telemóvel em vez de aproveitar os melhores momentos ao vivo e vive-los intensamente...
eu lembro-me de que quando se marcava um encontro, aquele encontro era sagradamente cumprido, não havia maneira de o cancelar... hoje em dia o telemóvel está apto para desmarcar um encontro num piscar de olhos...
Esta invenção, trouxe-nos a ausência de privacidade e descanso, trouxe-nos a confusão do " porque é que não atendes-te " ou " onde é que andas"... acabou com as conversas ao jantar e acaba com cada vez mais relações... porém é certo que também contribui para muitos inícios de romance... mas será que compensa ???
Eu por mim voltava ao TRIM TRIM TRIM da minha infância..

O dia D......


Pois é meus amigos, depois de um fim de semana onde tudo de mal me aconteceu, eis que estou recuperada da minha gripe ( que não foi a A ), e estou de volta ao office.
Imaginem que, tenho uma grande amiga que tem um pequenino problema na sua vida... Tem pavor de subir escadas... Não são todas as escadas é um facto, mas algumas fazem-lhe muita confusão.
A nossa empresa mudou de instalações, e no novo office, existem umas escadas às quais esta amiga não as deseja ver muito menos subir...
Hoje esta babe, encheu-se de coragem e subiu as tais escadas. vamos passar a chama-la A GRANDE...
Grande vitória esta...
No dia da mudança, nunca vi esta amiga tão atrapalhada ao ver a escada. Chegou mesmo a entrar em panico... hoje foi o dia D.... encheu-se de coragem, não fechou os olhos para não cair, mas respirou fundo e subiu.
A ela dedico o dia de hoje... não há impossiveis... apenas coisas dificeis...
è assim mesmo... parabéns minha " crida "
És A grande...
Beijos daqueles grandalhões...

sábado, 2 de maio de 2009

Mais um dia ...

Depois do mau tempo, lá veio o sol. Hoje estão 28º, está um céu azul lindo e o sol brilha de novo.
Acordei, e com o sol a brilhar assim, decidi ir tomar o pequeno almoço a uma esplanada, para ver se o sol me dava outro ânimo.
Mais um vez, fui perseguida até à esplanada. Recebi os sms do costume, quiz voltar para casa e desistir, mas achei que deveria parar e enfrentar...
Ouvi todos os nomes horriveis que já os sei de cor e salteado, tirou-me mais uma vez as chaves do carro, mais uma vez usou a força, marcou-me o braço e feriu-me as mãos, puxou-me a mala à força e vasculhou todos os numeros do meu telefone... eu ameacei mais uma vez chamar a policia.. mais uma vez em vão.
Foi-se embora, dizendo que eu tenho que o respeitar e que se não o fizer ele mata-me...
Desta vez, não mostrei medo, parei o carro e enfrentei-o, novamente me agrediu, não fui à esplanada,não apanhei sol, nem aproveitei o dia.
Aqui estou no meu quarto, fechada às chaves, a chorar e a tentar perceber o que me falta fazer para o demover.
O que me falta fazer para sair desta prisão em que vivo...
Novamente me ameaçou de morte e deixou bem claro que não me vai deixar viver, que me vai perseguir e estar de olho em mim.
Como pode ele deitar-se à noite e dormir de consciencia tranquila, como pode ele encarar as pessoas que o rodeiam, sabendo que usa da força para prender uma mulher?
Como pode haver pessoas como ele a usarem a força para maltratar um ser inferior?
Será que se sente mais homem assim? Será que se olha ao espelho e sente-se forte?
Como poderei eu continuar a resistir a isto? Como poderei eu abrir a porta deste quarto e sair sem medo?
Hoje nem o sol me iluminou... estou mais triste que nunca...
Amanhã será um novo dia... ou será um igual ao de todos os outros...
Como se pode prender assim uma pessoa, como se pode usar da força para impedir uma pessoa de viver?
Como ele disse, isto acabará um dia com a morte de um de nós...
Há uma semana que comemoramos mais um 25 de Abril... Livres? Como?
A que custo somos livres? Livres de falar? Livres de tomar decisões? Quais decisões? Eu tomei a decisão de não deixar que um tipo me agredisse e ainda hoje sou perseguida por isso.
Qual foi o preço da minha decisão?
Estou presa e condenada por um crime que não cometi e um filme que não é o meu.
A este grande homem que tem o orgulho de bater em mulheres, deixo aqui o meu mais lamentavel pesar e juro que um dia a sentença dele será mais pesada que a minha.
A minha luta vai continuar e eu sei que vou vencer, e quando vencer, irei declarar esta vitória a todas as mulheres que diariamente são agredidas por heróis deste tipo.

sexta-feira, 1 de maio de 2009

O amô da vida ...

Nos tempos que correm, há uma pergunta que vos gostaria de fazer: - Será possivél amar alguêm durante dez anos ?!?
A isto e por experiencia própria eu respondo - sim é possivél.
Há dez anos que o amo. Há dez anos que sou louca por ele. E tenho a certeza que esperaria por ele a minha vida toda.
Namoramos na minha adolescencia, depois a vida de cada um seguiu rumos diferentes, quase todos os anos nos reencontravamos e eu ia sempre sabendo noticias dele.
Por vezes a vida prega-nos partidas, e quando estou livre para o reconquistar, algo não me deixa agir.
É nele que procuro forças para lutar, é por ele que quero lutar.
Em todas as relações que tive, faltava sempre o essencial, faltava sempre gostar a 100% como gosto dele.
Em cada noite da minha vida, enquanto espero pelo sono chegar, é nele que penso, é ele que eu vejo nos meus sonhos, é ele que me faz continuar a ter forças para lutar e me libertar.
É a pessoa que mais admiro, um ser humano lindo, um amigo maravilhoso.
Conheço-o como as palmas das minhas mãos e adoro-o do jeito que ele é, com defeitos e virtudes. Sempre foi nos braços dele que consegui a paz complecta, é a peça perfeita que falta na minha vida.
Hoje deparo-me com o maior dos dilemas da minha vida, dou-lhe a mão e deixo-me voar nos braços dele.... ou continuo agarrada ao medo que me persegue ????
Quero encontrar forças e lutar por ele, quero ser livre para o amar, quero ser livre para viver.
Até quando vou deixar este medo invadir-me. Até quando vou ver a minha vida a correr-me ao lado sem eu a conseguir agarrar???
Este amor merece a minha luta, e é nele que eu vou encontrar a força que preciso.
Um amor de tanto tempo não o posso deixar fugir assim.
Ao vôo mais especial da minha vida, deixo aqui a maior de todas as dedicações - o meu coração aberto.

O açucar da vida....

O açucar da vida.... os meus amigos...
Na minha vida, sempre fiz grandes amizades, cativo-as e guarda-as no meu coração.
Vou começar por falar no meu grupo forte, na minha irmandade... Já passaram 20 anos desde que nos conhecemos. Três raparigas giras e um rapaz alto e espadaudo... Passamos a juventude, fomos casando, nasceram os primeiros filhotes, vieram os maridos e cá continuamos com a mesma amizade, forte e bonita. Continuamos com o bichinho rebelde da juventude rasca que nos juntou, as noitadas de verão, as viagens à neve, as viagens de verão, os acampamentos na praia, os namoricos, os eternos ódios pelas ex namoradas dos nossos namorados... os anos foram passando e fomos crescendo com as vitórias de cada um, chorando sempre com os momentos maus de cada um... Tenho a certeza que vão passar mais 20 anos e cá estaremos todos juntos, o Major e o seu sentimentalismo de gaja, a rapariga das obras sempre com historias para nos animar, o saquinho da farmácia com a sua doçura e beleza incomparável e a babe da balança, sempre justa e determinada. A vocês deixo aquele beijo especial...
Passando à frente, e às mais recentes contratações, tenho que falar também no pessoal da loja do cidadão... passamos um ano juntos no mesmo escritório, partilhamos o ódio ao chefe e todos os dias havia novas tricas para falar... ainda hoje temos uma amizade muito bonita, deles destaco, o alentejanito amigo do peito, a ferrinhos grande amiga e irmã, a gêmea bonita...
O ano de 2008, trouxe-me mais 2 grandes amigas... vou designá-las como as meninas da calculadora... estas duas meninas têm em pequenos gestos e pequenas palavras transformado os meus dias em dias melhores. têm sempre uma palavra amiga para me darem um motivo para sorrir, sei que não tenho retribuido como elas merecem, mas graças a elas vou ter coragem para segurar a tal corda e erguer-me...
A todos os que fazem parte do meu coração deixo aqui o meu mais sincero agradecimento por existirem na minha vida...
Um beijinho muito grande ao vôo da minha vida....

O medo....

Quando decidi criar um blog, decidi fazê-lo, para escrever aqui as tricas que ocorrem dia após dia na minha vida e na dos que me rodeiam..
Não fazia sentido, fazê-lo sem antes desabafar um pouco da minha vida, para que tudo se enquadre e faça sentido.
Tenho tudo para ser feliz... e no entando vivo escondida com medo de viver e ser feliz.. O medo persegue-me há 2 anos.
Tenho um óptimo emprego, tenho uma casa maravilhosa, sou totalmente independente e vivo escondida com medo de viver.
Há 2 anos que me tenho vindo afastar dos que mais amo, tenho amigos há mais de 20 anos que vejo quando algum faz anos, tenho colegas de trabalho que são grandes amigos, mas que fujo de combinar com eles algo depois do trabalho, ando pela rua sempre a olhar para trás, ao fim do dia de trabalho fujo para casa e aos fins de semana fico arranjar desculpas para não combinar nada com ninguem.
Há 2 anos acabei uma relação, fui agredida e tive a coragem de dizer basta... por vezes penso que essa coragem saiu-me caro. Desde então que sou perseguida... já fui agredida na rua, já tive que fugir de carro e dormir à porta da policia... no dia em que tive a coragem para dizer basta comprei uma guerra que não lhe vejo o fim.
Não consigo viver a minha vida, se vou jantar com familiares ou passear a um centro comercial, recebo uma ameaça por sms e tenho que fugir para casa.
Todos me dizem que eu tenho que deixar de ter medo, tenho que o encarar de frente e não mostrar medo.
É muito facil falar quando se está de fora, por vezes vêmos-nos em situações que nunca imagina-mos que poderiamos passar por elas. É dificil agir, é dificil sair e encarar sem medo alguêm que nos faz tanto mal.
Dois anos depois, chego à mais triste conclusão, ele é a pessoa que tem mais importancia na minha vida. Ele comanda a minha vida, ele usa a minha vida e a minha privacidade, ele priva-me de viver e estar com as pessoas que mais me amam.
Poderia cair numa depressão, mas tento acordar todos os dias a pensar que será um dia diferente e que ele irá desaparecer.
E penso que vou acordar um dia com a coragem de o enfrentar e acabar de vez com este pesadelo.
Na rua olho para as pessoas e imagino que cada rosto carrega a sua cruz, cada rosto esconde num sorriso uma dor uma tristeza.
É pelos que amo, que tento arranjar forças para continuar a lutar.
Um dia vou libertar-me disto. Este foi o preço que eu paguei por ter acabado uma relação de agressão.
Infelizmente, a cada dia aumentam os maus tratos e a agressão fisica e psicologica a mulheres, infelizmente os homens não sabem que ninguêm é de ninguêm e nada é eterno.
A todas as mulheres que sofrem em silêncio, deixo aqui toda a minha solidariedade e respeito.
Eu consegui libertar-me de agressões fisicas e tenho a certeza que este medo vai acabar e que eu vou libertar-me desta agressão psicologica que vivo à 2 anos.
A cada dia tento sorrir cada vez mais, e tenho a certeza que a dor torna-nos mais fortes.
Um dia vou escrever aqui como me consegui libertar e encorajar muita gente.

Só escolhas ...



Diáriamente somos confrontados com situações de escolha... tudo nesta vida tem que ser escolhido... Falando por mim...

O meu dia começa logo com a mais dificil de todas as escolhas, levantar-me da cama ao primeiro toque do despertador... ou deixar tocar e ficar a pensar numa boa desculpa para justificar o meu atraso no escritório...

Depois vem outra escolha dificil, a roupa a vestir... esta escolha é uma das tarefas mais exaustivas para uma mulher ( por mim falo, que sou fã de roupa e sapatos ), é que por muita roupa que tenha para escolher naquela manhã, há sempre um sentimento de falta que me baralha... fazia falta aquele vestido que estava na montra da Mango com os sapatos castanhos que estavam em saldos na Aldo ( sim porque os dez pares de sapatos castanhos que tenho não ficariam bem com o tal vestido ), escolhas femeninas quem as compreende?!?

Depois o transito.. sempre a mesma coisa... escolhemos o caminho normal que tem uma fila infernal, ou atalhamos para fugir ao caus?

O stress do escritório, chegamos, bebemos café pausadamente... e quando enfim nos sentamos na secretária temos que escolher entre ler os mil recados do chefe, ou responder à amiga cheia de novidades que está a piscar na janela do MSN.

Chega a hora do almoço.. carne, peixe, saladas... sempre a terrivel escolha..

À noite em casa, depois de mais uma escolha dificil sobre o que fazer para o jantar, eis que chega o momento em que nos sentamos no sofá em frente à TV e ali ficamos a fazer zapping até à inconsciencia... e depois exclamar o óbvio " - Não dá nada de jeito na televisão!!!!!" Agora se um zapping demora alguns segundos em cada canal, como é possivel chegar-se à brilhante conclusão do não está a dar nada de jeito...

Já deitada, outra escolha... a escolha nocturna, adormecer para o lado esquerdo ou para o lado direito ????

Posto isto, dou por mim a pensar que esta vida é uma vida de escolhas... e escolhas muito cansativas....

quinta-feira, 30 de abril de 2009

O olá da Trica

Olá a todos...
Aos que me conhecem dispenso apresentações... aos que não me conhecem, vou com isto falar um pouco de mim e das tricas que me rodeiam.
Aqui vou espelhar as minhas dores, as minhas alegrias, as minhas derrotas e vitórias.. e claro contar sempre as tricas fresquinhas dos que me rodeiam.
Falando de mim... nasci em 76, filha unica... muito mimada, divertida e muito amiga de toda a gente ( diria mesmo uma tonta ). Gosto muito de viajar, conhecer culturas diferentes,tenho facilidade em fazer amigos e mimo-os sempre muito.
Tenho um grupo de amigos há mais de 20 anos e a cada dia há pessoas que passam pela minha vida e vão ficando no meu coração. De todos eles vos vou falar...
Aposto que vou fazer muita gente rir à conta das minhas peripécias.
Voltarei amanhã para contar muito mais e boas tricas...